quinta-feira, 24 de maio de 2007

- Capitulo II – Fogo Cruzado –

Céu aberto, dia ensolarado, parecia até que não era o ano de 2047 em plena Alemanha

Rache: - Hei hei... Onde estamos ?

9°: - Aqui é o meu refugio. Eu chamo de Vergessenheit é onde eu reúno os Kriegers que consigo e organizo tudo, é disso aqui que você pode fazer parte, caso assim deseje.

Vou te explicar mais ou menos como funciona a coisa toda pra você. Existem 3 tipos de seres no nosso planeta, até agora, *risos*.

Rache: - Seres ? Agora é minha vez de rir, vai me dizer que são aliens ou coisa do gênero ?

9°: - Não, são todos humanóides, inicialmente não se sabia o que causou ou o que despertou o poder neles, mas me lembro perfeitamente do dia que eu bati a primeira vez com um Haiten, tenho marcas até hoje.

O 9° mostra levantando parte de trás da camisa, mostrando suas costas nua totalmente deformada, quanto mais se procurava uma parte que não tivesse uma cicatriz mais cicatrizes se achavam.


9°: - Mas já falaremos sobre eles. Primeiramente os Homo sapiens: - Dotados de um raciocínio magnífico e extrema capacidade de destruir ao invés de construir, esses, você conhece bem... Pode falar, até pensava que seria um pelo resto de sua vida. *risos* ...


Rache não via muita graça no que o 9° falava, mas prestava toda atenção do mundo em cada palavra que era proferida, aquele mundo novo era uma coisa extraordinária, por alguns minutos ele se manteve tão encantado com as explicações que se sentiu como num parque, quando era criança, ouvindo estórias de sua mãe.


9°: - Os Haitens: Seres sem nenhuma noção de realidade, regra ou inteligência, mas dotados de extrema capacidade regenerativa e de gerar impulsos elétricos e manipular algumas diferentes formas de energia. Eles diferente dos Kriegers, não possuem diferenças exemplares em termos de dons pessoais e habilidades extraordinárias.

Rache: - Como se fossem bestas, feras selvagens?


9°: - Sim, mais ou menos isso, só que por trás de Haitens algumas vezes se encontram Kriegers. E falando em Kriegers, esses, como você, são dotados de um poder em especial, dependendo de sua linhagem original.


Silencio da parte de Rache.

9°: - Certo, deixe-me explicar melhor, sua expressão me diz que você esta altamente fora de sintonia com o assunto.

Você vem de uma linhagem de Kriegers muito, muito antiga. Seu ancestral Vollock Rache, pai de seu bisavô, foi um dos primeiros a lutar ao meu lado. Ele tinha a mesma capacidade que você desenvolverá por completo, a desaceleração do fluxo continuo do tempo, mas essa habilidade funciona somente para você.

Rache: - Espera, então quer dizer que não foi você que fez aquilo na sala

9°: - Ahahaha, não, não Rache, eu apenas despertei em você a chance de se levantar e lutar uma batalha digna de um Krieger. Alem do mais, você mesmo me procurou em todos os sonhos que você teve, você queria realmente algo de diferente na sua vida, em parte a sua linha genética é um tanto quanto complicada de se trabalhar, mas são uns dos mais bravos que já presenciei em batalha.

Rache: Então, o que foi aquilo no meu quarto? Aquele garoto era bem parecido com você e ele me lembra crianças de um projeto que eu vi anunciado na T.V. chamado Breed8.

9°: - É, essa parte é mais complicada de explicar hehehe, bom digamos assim, eu sou o erro deles, eu sou o único que, não é controlado ali, então, sou o único que bato de frente. Rache me diga uma coisa, quando foi a ultima vez que você realmente se lembra de ter ficado doente ou algo do gênero ?

Rache: Ahhh, mês passado eu tive um resfriado ! Ou foi o retrasado ?

9°: - Pare e pense bem sobre o assunto, voce NUNCA ficou doente Rache, nunca no maximo dores musculares, ou por esforço repetitivo. Seu DNA é quase perfeito, *risos*.

Rache:... Agora você me pegou, não lembro, não lembro mesmo, desde que era pequeno, nunca lembro de ter ficado de cama.

*continua*

2 comentários:

Thiago disse...

Estou de butuca na história!

Os nomes / personagens são tirados de alguma lenda ou folclore... ou são inventados?

Se retirados... parabéns pela pesquisa! Se não... PARABÉNS PELA CRIATIVIDADE!

Nos vemos no próximo EP! Abraços!!!

lucciene disse...

NHA.....
Este trecho me lembrou aula de biologia :P

mas continue amor...
bjux